HERANÇAS INDÍGENAS

Crianças aprendem costumes dos índios no Parque Gaúcho

Recordar a história dos índios que habitavam o pampa e apresentar os usos e costumes que deram origem aos hábitos dos gaúchos é a proposta central da programação especial do Parque Gaúcho no Dia do Índio. Para comemorar a data, os técnicos do parque realizam no sábado, 19, a partir das 15h, demonstrações teóricas e praticas sobre a história dos índios charruas e pampeanos.

Além de apresentar as vestimentas, arreios e armas de caça e guerra dos povos indígenas, a equipe vai fazer demonstrações da Doma Charrua e do uso das boleadeiras. Também será realizada a Oficina do Mate e Hora do Conto ao redor do fogo de chão.

Segundo Rodrigo Schlle, responsável técnico do Parque Gaúcho, diversos costumes tradicionais dos gaúchos são herança indígena. “Sentar ao redor do fogo de chão, tomar mate, usar boleadeiras e assar a carne na brasa são alguns dos hábitos herdados dos povos indígenas”, explica Schlee.

Conforme ele, o gaúcho é resultado da miscigenação de raças entre índios e europeus. Schlee explica que o pampa era habitado por diferentes tribos antes da chegada dos colonizadores. “Além dos guaranis, viviam três tribos de índios pampeanos: charruas, minuanos e güenoas”, diz.

PÁSCOA GAÚCHA

O Parque Gaúcho também promove na sexta e domingo, 18 e 20, das 14h às 16h30, uma oficina de Arte com Chocolate, que terá produção de bombons artísticos com chocolate. Nesta Sexta Santa, o restaurante cultural oferece aos visitantes filé de salmão no parrilla. Além dos pratos típicos do fogão campeiro, será servido um caldo charrua – legumes com peixe.

O Parque Gaúcho fica no Km 35 da ERS-115, na mesma entrada do Gramadozoo, e funciona diariamente das 10h às 18h.
Crédito: Halder Ramos/Divulgação Gramadozoo

.

.