Município arrecadou R$ 149,2 milhões em 2013

Dados foram divulgados no Legislativo 
João Pedro Till (2º à direita) assume a GramadoTur em fevereiro
Na manhã de hoje (30), no Plenário Julio Floriano Petersen, sede do Legislativo Municipal aconteceu a Audiência Pública de Metas Fiscais do último quadrimestre de 2013, do Executivo Municipal. A sessão pública foi comandada pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação formada pelos vereadores Ilton Gomes(PP), João Teixeira (PMDB) e Vera Simão (PP) e contou com a participação do secretário da Fazenda, João Pedro Till e dos contadores da Prefeitura, Mauricio Selau e Paulo Felippe Pinho, apresentaram os dados. A Audiência é feita em cumprimento a Lei de Responsabilidade Fiscal, 101/2000, art. 9º parágrafo 4º.
Nesta sessão foram apresentados os dados finais de 2013, informando que a receita corrente liquida, de janeiro a dezembro de 2013, foi de R$ 134.659.244,67. O Secretário João Pedro também apresentou as Despesas com Pessoal, no Executivo de R$ 52.300.312,22, o que corresponde a 38,84% do índice que tem como limite permitido pela legislação de 54%.
Em seguida João Pedro Till falou sobre os investimentos na Educação que correspondeu a 25,08% do orçamento no montante de R$ 22.205.401,11. O Secretário falou também sobre o valor investido na Saúde que foi de R$ 16.553.930,75, correspondendo a 18,84%.
O valor total arrecadado em 2013 foi de R$ 149.263.750,86 alcançando mais uma vez o superávit significativo tanto orçamentário como financeiro. Ele destacou ainda que os números estão sendo fechados nos próximos dias e que o balanço será remetido ao Poder Legislativo.
João Pedro também destacou o reconhecimento que Gramado tem no cenário estadual quanto ao equilíbrio financeiro e orçamentário e agradeceu o empenho da equipe da Secretaria, bem como de todo o Executivo e Legislativo. Ele informou que conforme a FIRJAN – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, Gramado é a primeira prefeitura em receita no Rio Grande do Sul e empata em primeiro com outras quatro no país. 

.

.