Mulher de 33 anos é encontrada morta em um motel de Canela

Ela teve um corte profundo na nunca e possivelmente quebrou o pescoço na queda

A Polícia Civil de Canela investiga as causas da morte de uma mulher, de 33 anos, na noite deste sábado (7), em um motel às margens da RS-235, próximo ao trevo de Acesso ao Santuário do Caravaggio, em Canela. O acompanhante, de 48 anos, informou que ela teria se sentido mal e teve um mau súbito vindo a cair e bater com a nuca no pé da cama e, posteriormente, entrou em óbito imediatamente. A equipe do SAMU, da Canela, levou cerca de 4 minutos para estar no local e atestou a morte. 

Investigação Criminal 

Para a Polícia Civil, que investiga o crime com a hipótese do acidente, a versão apresentada pelo companheiro da vítima condiz com a dos funcionários do estabelecimento, pois no quarto não há sinais de luta corporal e não há relato de discussão entre as partes. O companheiro é testemunha no caso. 

De acordo com o advogado do companheiro, Ricardo Cantergi, o cliente ligou para o Samu para pedir socorro, bem como à Brigada Militar. Prestou depoimento e foi liberado. Depois, apresentou-se à polícia para prestar depoimento, dirigiu-se voluntariamente ao Instituto Geral de Perícia de Canoas para realizar exames. O advogado esclarece que ele não possui antecedentes criminais e é réu primário.

.

.