Antas artistas pintam telas no Gramadozoo

Estrelas do mês de aniversário do zoo, antas do parque começaram a ser estimuladas a pintar há um ano e meio

O Gramadozoo desenvolve um projeto inédito no Brasil com as antas. Estrelas do mês de aniversário do zoo, os exemplares da espécie que vivem no parque participam do projeto Antas Pintoras. Inspirado no conceito de Animais Artistas, que nasceu em zoológicos dos Estados Unidos e Europa, o projeto começou a ser desenvolvido em Gramado há um ano e meio. Com aproximadamente 120 sessões de pintura no período, a iniciativa busca garantir o bem-estar dos animais em cativeiro e a preservação da espécie, que está ameaçada de extinção.

O Zoológico de Houston, Estados Unidos, trabalha com animais artistas desde 2005. O projeto começou a ser desenvolvido com as antas brasileiras por iniciativa da pesquisadora Patrícia Medici, do Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ). Em contato com ela, a técnica em veterinária do Gramadozoo, Christina Capalbo, começou a estimular as antas do parque a pintar telas utilizando a pequena tromba (probóscide). “Somos o primeiro zoológico a trabalhar com as antas pintoras no Brasil”, diz. 

Christina observa que o Zoo de Houston enviou tintas especiais importadas atóxicas para Gramado. “Fizemos vários testes com corantes naturais não-tóxicos. Utilizamos pó de beterraba e outros, mas as telas não absorviam a tinta. Com apoio da Patrícia Medici e do Zoo de Houston, começamos a produção efetiva das telas em fevereiro”, conta. 

Conforme ela, o projeto serve como atividade ocupacional para as antas. “Em média, fizemos duas sessões por semana, mas elas pintam apenas quando tem interesse pela atividade, o que ocorre na maioria das vezes”, diz.

Além de utilizar as antas do zoo como embaixadores para a conservação da espécie, o projeto Antas Pintoras busca tirar um preconceito acerca do animal. “Ao contrário do que muitas pensam, a anta é um animal extremamente inteligente. Queremos que as pessoas conheçam para que ajudem a conservar a espécie, que está quase extinta na região sul do Brasil”, frisa.

BICHO SALVA BICHO

Segundo ela, as telas pintadas pelos animais estarão em exposição a partir de novembro. Em breve, o zoo pretende fazer leilão das obras e reverter o valor arrecadado para projetos de conservação da anta brasileira realizados pelo IPÊ. Outra iniciativa do Gramadozoo para ajudar projetos de conservação é o Bicho Salva Bicho, que fará sua próxima doação para a espécie.  O zoo de Gramado completa cinco anos nesta sexta-feira, 20.

Fotos: Caroline Zanchi/Divulgação Gramadozoo

.

.