Taxistas protestam e pedem fim do transporte clandestino na cidade

Ato ocorreu em frente à Prefeitura e na rótula da Avenida das Hortênsias com a Borges de Medeiros

Foto: André Aguirre/GES Especial
Os profissionais do volante da cidade de Gramado resolveram protestar no dia do vizinho. Um grupo reuniu-se no Centro da cidade e reivindicou por mais fiscalização contra o transporte clandestino de passageiros. Os organizadores do movimento afirmam que, cerca de 80 carros realizam com frequência passeios e corridas de maneira irregular na cidade.

Os manifestantes exigem providências do poder público. A mobilização iniciou na rótula entre as Avenidas das Hortênsias e Borges de Medeiros e encerrou em frente ao Prédio Administrativo de Gramado. Os líderes da categoria foram recebidos pelo Secretário de Planejamento, Trânsito e Urbanismo do município, Paulo da Silva. 

"Peço um voto de confiança, peço dez dias para buscar uma solução definitiva para este problema", disse o secretário. A solicitação foi aceita pelos manifestantes, que prometeram realizer novos protestos caso providências pelo fim do transporte irregular não sejam adotadas. "Em dez vamos voltar e queremos uma solução", declarou a presidente da Associação dos taxistas de Gramado (Atag), Glaci Arnold.

Fiscalização Reforçada

Segundo o Diretor de Trânsito e Segurança, Reinaldo de Souza, a Prefeitura de Gramado atenderá o pedido dos manifestantes e reforçará a fiscalização com o objetivo de coibir a clandestinidade. "Apresentaremos o plano de ação nos próximos dias, mas é sabido pelos próprios profissionais da categoria que muitos destes veículos clandestinos são guiados por motoristas que estão no meio do movimento" afirmou o agente público à Rádio Gramado FM.

.

.