Um mês após tragédia, dia de homenagens em Santa Maria começa com "minuto de barulho"

Centenas de amigos e parentes de vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), se reuniram na manhã desta quarta-feira (27), dia em que a tragédia completa um mês, para fazer "um minuto de barulho".

A homenagem às vítimas começou às 8h com um buzinaço pelas ruas da cidade e uma longa salva de palmas que durou três minutos.

Em seguida, os familiares se abraçaram. O ato terminou com um Pai-Nosso coletivo sendo rezado no centro da praça.

O presidente da Associação de Pais e Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia em Santa Maria e organizador do evento, Adherbal Alves Ferreira, 48, disse ter ficado satisfeito com a homenagem.

"A gente se sente orgulhoso que as pessoas vieram. A gente precisava mostrar ao mundo nossa dor e, ao mesmo tempo, a alegria dos que morreram representadas no barulho", afirmou.

.

.