Jovem caminhoneiro gramadense morre em Minas Gerais


O gramadense Muriel Lorenzoni Bohn, foi assassinado no sábado, 14, por volta das 19h30min, na cidade de Patrocínio (MG). Ele foi vítima de um latrocínio, roubo seguido de morte, ao estacionar o caminhão que dirigia em um posto de gasolina para jantar e pernoitar. 

Segundo relatos de familiares, ele e o cunhado transportavam uma carga de veneno não especificada e decidiram parar no posto de combustíveis nas margens da BR 365. Muriel havia jantado e retornou a boleia do caminhão para apanhar suas roupas e tolhas, quando foi rendido pelos assaltantes que estavam encapuzados. Ao ser surpreendido, Bohn gritou por socorro e recebeu um disparo de arma de fogo em sua nuca.

Ao ver o caminhoneiro atingido, o seu cunhado tentou ajudar e também foi rendido. Os criminosos levaram R$ 2.160,00 e um celular de outro caminhoneiro que estava no local. Houve troca de tiros dos bandidos com os policiais, mais eles conseguiram fugir. 

Muriel perdeu massa encefálica e foi atendido no Pronto Socorre de Patrocínio e posteriormente levado a UTI da Santa Casa, onde faleceu antes de ser submetido a uma cirurgia.

O corpo de Muriel Lorenzoni Bohn deverá chegar, nesta manhã, em Gramado. Ele morava no bairro Dutra e não deixou filhos. 


.

.